Xingatório da Imprensa

maio 29, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 9:20 pm

Maldito corretor ortográfico

Nepad é a sigla em inglês da Nova Parceria para o Desenvolvimento da África. Mas, para o corretor ortográfico, Nepad não quer dizer absolutamente nada. O corretor deve ser, em parte, responsável por essa curiosidade geográfica – tirada da página B6 do Estado de S. Paulo: “Os africanos do Nepal vão insistir na necessidade de uma parceria (…)”

Anúncios

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 2:46 pm

Nos olhos dos outros

Quem lê as dezenas de matérias na imprensa brasileira sobre Jayson Blair e a crise de credibilidade no New York Times fica escandalizado: como o suposto melhor jornal do mundo pode empregar farsantes, manter editores omissos, aceitar hábitos eticamente questionáveis? Ainda bem que nada disso acontece no Brasil.

maio 23, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 4:36 am

Ensaboa mulata

Encontra-se no forno do JB mais um libelo em defesa dos fracos e oprimidos da Família Garotinho. Dessa vez, o todo-poderoso Nilo Dante determinou o aprestamento de um pinguepongue parcial com o secretário de Esportes do Rio de Janeiro, Francisco de Carvalho. O serviço de utilidade pública deve sair no fim de semana.

maio 22, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 1:10 am

B de Biologia

“Os médicos não costumam recomendar a presença de sal, açúcar e gorduras na alimentação diária.”

“O número de consultas respiratórias nos ambulatórios do Rio de Janeiro deve aumentar de 25% a 35% no outono.”

“O Transtorno do Pânico é uma patologia que se encontra delimitada dentro dos transtornos de ansiedade.”

As frases acima abrem as três matérias estampadas hoje na capa do Caderno B, no Jornal do Brasil. Diante disso, percebi que realmente estou velho. No meu tempo, vejam só, o B era um caderno de cultura. Estão lembrados? Cinema, música, teatro, dança, literatura. Foi esse tipo de coisa que formou a reputação de um dos suplementos mais respeitados da imprensa brasileira. Publicar ali textos de ciência e saúde, por mais fantásticos que sejam, é o mesmo que abrir a seção de Política com a crônica de um Flamengo x Vasco do dia anterior.

Ora, mas vamos deixar de bobagem. A esta altura, eu já deveria estar vacinado, sabendo que, há algum tempo, o JB vem sendo comandado por uma gente mesquinha, mestre em desprezar a memória e a tradição do centenário periódico.

maio 21, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 11:35 pm

A mancada do Dia

Título de matéria na editoria Geral: “Metrô sob rodas até Leblon e Gávea”.

maio 20, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 3:50 pm

Papéis trocados

O subsecretário de Segurança do Rio de Janeiro, Marcelo Itagiba, deveria mudar de ramo e ocupar uma vaga de professor de jornalismo. No RJTV de hoje, o inquisidor Márcio Gomes perguntou, em relação ao caso Estácio de Sá: “Tantas versões não tiram um pouco o crédito do trabalho policial?” Itagiba, sem mover um músculo da face, respondeu: “Essas versões são muito mais provocadas pela imprensa do que pela polícia”. E mais não se falou do assunto.

maio 18, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 6:07 am

Essa é de autoria do famoso repórter Bloomberg News, publicada no Globo de sábado: “A seqüência de três trimestres seguidos de expansão econômica no Japão”…

maio 15, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 5:00 am

Cegueira

Há um caso rumoroso em andamento na tradicional Faculdade Nacional de Direito da UFRJ. Em resumo, o professor e desembargador Luiz Felipe Haddad é acusado de ter xingado um aluno, Flávio Helder, de “negro” e “filho-da-puta”, durante uma reunião com alunos e representantes do Centro Acadêmico Cândido de Oliveira (Caco).

À exceção do Dia, nenhum grande veículo abordou o assunto. Por discrição, falta de faro ou vergonhosa covardia, deixam não somente de tratar de uma acusação de racismo, mas perpetuam um silêncio ensurdecedor em relação ao que acontece ao largo desse fato inusitado, no dia-a-dia da universidade pública brasileira.

Na mesma faculdade de direito, o diretor Armênio Albino da Cruz Filho é acusado de manipular eleições e postergar concursos para contratação de professores com intuito de manter vagas para substitutos que fazem parte de suas relações. Uma simples consulta aos alunos revela também que, a exemplo do que ocorre em outras instituições públicas de ensino, o atendimento é displicente, intermitente e ineficaz. Muitos dos professores, quase todos abarrotados de qualificações, consideram a faculdade um emprego de comparecimento e comprometimento facultativo. Mas nada se lê, ouve ou vê sobre esses temas.

Se o professor Haddad é inocente até que se prove o contrário, a imprensa já foi condenada há tempos. Por omissão de socorro.

maio 14, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 6:54 pm

Às 15h31 da quarta-feira, o plantão cultural do Globo On sapecou:

“Max de Castro, filho de Djavan, está lançando o CD No calçadão, primeiro de sua carreira que é todo composto, cantado e produzido por ele, e não teme comparações com o trabalho do pai.”

Além da construção de gosto duvidoso, a simpática notinha trocou as bolas. O tal Max estreante era o Viana, e não o de Castro, que já está indo para o terceiro disco, não tem nada a ver com Djavan e, diga-se de passagem, é filho do falecido Simonal.

maio 11, 2003

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 4:02 am

Os editores do Globo decidiram ignorar as fotos ao fazer as legendas. Na primeira página deste sábado, a imagem mostra um menino com a camisa do colégio Anglo-Americano, mas a informação abaixo dela é a seguinte: “Um segurança do Andrews, no Humaitá, faz sinal para que um aluno volte para o carro uma vez que a escola estava fechada”.

Para não deixar dúvidas, já que o tal segurança do Andrews poderia estar fazendo um biquinho no Anglo-Americano, a página 28 estampa uma foto do restaurante Epitácio, sobre a seguinte legenda: “A casa onde funciona o restaurante Mostarda: a construção poderá ir ao chão nos próximos meses”.

Older Posts »

Blog no WordPress.com.