Xingatório da Imprensa

fevereiro 29, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 9:18 pm

Canelada

O repórter da TV Globo Clayton Conservani não mostrou muita intimidade com o Campeonato Carioca no empate em 1×1 entre Americano e Flamengo. Ao fim do jogo, travou o seguinte diálogo com Flávio Santos, autor do gol do time de Campos:

CC: Está aqui o Flávio Santos, que marcou o primeiro gol no campeonato…

FS: (fora do microfone) Segundo…

CC: Segundo gol… O Americano jogou bem, mas mesmo assim acabou perdendo a invencibilidade em Campos…

FS: É… a gente não perdeu a invencibilidade…

Anúncios

fevereiro 26, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 3:37 pm

Viagem paga é jabá?

A resposta do pessoal dos cadernos de viagem é uma só: não. E os argumentos nem sempre são rasteiros. Por exemplo, como os jornais trariam matérias sobre lugares do interesse do leitor, se financiar a viagem dos repórteres é quase sempre inviável? Ou ainda: o que importa não é quem paga, mas a isenção com que se escreve a matéria. Tudo bem.

Mas e quando as empresas que pagam viagens também viram pauteiras? Em pelo menos três das quatro edições de fevereiro do caderno Turismo, da Folha, a matéria de capa foi fruto de viagens financiadas por companhias aéreas, agências e empresas diversas. No Correio Braziliense, o índice mensal ficou em 50% (duas de quatro), mas o jornal se destacou no dia 11: todo o material editorial veio de viagens pagas.

As duas últimas edições do caderno do Estadão também trazem matérias de capa custeadas por empresas. Uma delas – financiada pela Coca-Cola e pelo Guaraná Antárctica – inaugura o modelo joint-venture de viagem paga.

Em resumo, se o leitor quiser saber algo sobre um lugar que não é patrocinado por uma empresa ou um órgão oficial de turismo, é melhor desistir. Quanto ao resto, pode ficar tranqüilo. As empresas fazem a pauta, pagam as viagens e muitas vezes mandam as fotos, mas a isenção jornalística, essa está sempre garantida.

fevereiro 24, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 11:13 pm

Na ressaca

O Jornal do SBT elegeu como uma de suas frases do dia um comentário de Patrícia Bündchen. Para contextualizar a declaração, reproduzida do jornal O Dia, o telejornal demonstrou um domínio da língua portuguesa digno da irmã de Patrícia:

“Se só ela já é um tumulto, imagina com o Leo.”

Patrícia Bündchen, irmã de Gisele Bündchen, justificando a ausênsia de Leonardo DiCaprio no Carnaval do Rio.

fevereiro 21, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 2:06 pm

Batata quente

O Jornal do Brasil tem demonstrado extremo rigor jornalístico para tratar do escândalo envolvendo os bingos – patrocinadores de um suplemento publicitário-jornalístico publicado no fim do ano passado e também do site do jornal. Na edição deste sábado, é talvez o único a ouvir um grupo muito interessado na questão, as órfãs da 3ª idade.

A tarefa mais difícil, porém, é colocar toda a isenção na primeira página. Um levantamento das manchetes de hoje em alguns jornais do país deixa poucas dúvidas:

Folha de S. Paulo:

Acuado, governo proíbe bingos no país

O Estado de S.Paulo:

Em meio a crise, Lula proíbe bingos e caça-níqueis no país

O Globo:

Escândalo leva Lula a proibir bingos

Correio Braziliense:

Lula, sob pressão, decide fechar bingos

Estado de Minas:

Lula manda fechar bingos

Zero Hora:

Lula contra-ataca e proíbe bingos

Jornal do Brasil:

Waldomiro derruba defesa de Dirceu

fevereiro 11, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 12:07 am

Original

A Folha de S. Paulo continua em forma nos títulos criativos. Na edição de hoje, a tarefa fica a cargo da editoria de esportes: Crise frita Corinthians que vestiu a camisa corintiana.

fevereiro 9, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 5:30 am

Esperança

A insistência do Globo em dar um tiro de misericórdia no JB, com seguidas matérias sobre as mazelas do concorrente, e a tentativa deste de negar seu lendário desrespeito às leis trabalhistas trazem uma esperança. De que os jornais cariocas – e, por que não acrescentar, todos os outros – abandonem o jogo de compadres e passem a se fiscalizar.

O JB começa bem nesta segunda, lembrando episódios marcantes não só do jornal, mas também da TV Globo, como o imbróglio Time-Life, os tempos de chapa-branca, os olhos fechados à campanha Diretas Já, a edição do debate entre Lula e Collor… Vamos esperar, ansiosos, um contragolpe do Globo.

O único perigo, a se manter o ritmo dos golpes e considerar a quantidade de matéria-prima, é faltar espaço para as matérias do dia.

fevereiro 3, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 1:53 pm

Intervalo

Edilásio Barra é um sujeito que se diz jornalista, professor universitário e empresário. Nesta segunda, seu programa na Bandeirantes, Vip, mostrou entrevistas feitas na festa de aniversário do secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo do Estado, Wagner Victer. Eis os melhores momentos:

– E aí, você veio prestigiar nosso amigo, o secretário Wagner Vict?

– […] esse trabalho à frente da Rosinha Matheus, da Rosinha Garotinho…

– Estou feliz por estar aqui […] viu, Wagner Vict?

– Como é que tá o trabalho no TRE? […] Daqui a pouco vai começar o credenciamento.

– Fala um pouquinho da festa desse secretário, que é amigo de todos os prefeitos, o Wagner Vict.

– Fala um pouquinho do seu trabalho na pirataria.

– Estou aqui com o chefe de gabinete do Wagner Vict.

fevereiro 2, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 1:19 am

Cera requentada

Fazer coluna para fim de semana é mesmo um desafio. Por isso, na edição de hoje do Globo, Ancelmo Gois inventa o nariz-de-cera para requentar notinha:

Veja por que Gilberto Gil é especial. Em 1988, nosso ministro compôs uma música que dizia assim: “Do Japão quero uma máquina de filmar sonhos/pra registar nas noites de verão…” Pois esta semana anunciaram em Tóquio uma rebimboca mais ou menos igual. É uma espécie de scanner de sonhos. A pessoa se conecta ao troço, põe nele uma foto do que gostaria de sonhar e, ao adormecer, assiste ao que pediu para ver.

Além de o aparelho não ser mais ou menos igual ao imaginado por Gil, foi apresentado no dia 14, ou seja, há mais de duas semanas.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.