Xingatório da Imprensa

fevereiro 29, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 9:18 pm

Canelada

O repórter da TV Globo Clayton Conservani não mostrou muita intimidade com o Campeonato Carioca no empate em 1×1 entre Americano e Flamengo. Ao fim do jogo, travou o seguinte diálogo com Flávio Santos, autor do gol do time de Campos:

CC: Está aqui o Flávio Santos, que marcou o primeiro gol no campeonato…

FS: (fora do microfone) Segundo…

CC: Segundo gol… O Americano jogou bem, mas mesmo assim acabou perdendo a invencibilidade em Campos…

FS: É… a gente não perdeu a invencibilidade…

Anúncios

fevereiro 26, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 3:37 pm

Viagem paga é jabá?

A resposta do pessoal dos cadernos de viagem é uma só: não. E os argumentos nem sempre são rasteiros. Por exemplo, como os jornais trariam matérias sobre lugares do interesse do leitor, se financiar a viagem dos repórteres é quase sempre inviável? Ou ainda: o que importa não é quem paga, mas a isenção com que se escreve a matéria. Tudo bem.

Mas e quando as empresas que pagam viagens também viram pauteiras? Em pelo menos três das quatro edições de fevereiro do caderno Turismo, da Folha, a matéria de capa foi fruto de viagens financiadas por companhias aéreas, agências e empresas diversas. No Correio Braziliense, o índice mensal ficou em 50% (duas de quatro), mas o jornal se destacou no dia 11: todo o material editorial veio de viagens pagas.

As duas últimas edições do caderno do Estadão também trazem matérias de capa custeadas por empresas. Uma delas – financiada pela Coca-Cola e pelo Guaraná Antárctica – inaugura o modelo joint-venture de viagem paga.

Em resumo, se o leitor quiser saber algo sobre um lugar que não é patrocinado por uma empresa ou um órgão oficial de turismo, é melhor desistir. Quanto ao resto, pode ficar tranqüilo. As empresas fazem a pauta, pagam as viagens e muitas vezes mandam as fotos, mas a isenção jornalística, essa está sempre garantida.

fevereiro 24, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 11:13 pm

Na ressaca

O Jornal do SBT elegeu como uma de suas frases do dia um comentário de Patrícia Bündchen. Para contextualizar a declaração, reproduzida do jornal O Dia, o telejornal demonstrou um domínio da língua portuguesa digno da irmã de Patrícia:

“Se só ela já é um tumulto, imagina com o Leo.”

Patrícia Bündchen, irmã de Gisele Bündchen, justificando a ausênsia de Leonardo DiCaprio no Carnaval do Rio.

fevereiro 21, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 2:06 pm

Batata quente

O Jornal do Brasil tem demonstrado extremo rigor jornalístico para tratar do escândalo envolvendo os bingos – patrocinadores de um suplemento publicitário-jornalístico publicado no fim do ano passado e também do site do jornal. Na edição deste sábado, é talvez o único a ouvir um grupo muito interessado na questão, as órfãs da 3ª idade.

A tarefa mais difícil, porém, é colocar toda a isenção na primeira página. Um levantamento das manchetes de hoje em alguns jornais do país deixa poucas dúvidas:

Folha de S. Paulo:

Acuado, governo proíbe bingos no país

O Estado de S.Paulo:

Em meio a crise, Lula proíbe bingos e caça-níqueis no país

O Globo:

Escândalo leva Lula a proibir bingos

Correio Braziliense:

Lula, sob pressão, decide fechar bingos

Estado de Minas:

Lula manda fechar bingos

Zero Hora:

Lula contra-ataca e proíbe bingos

Jornal do Brasil:

Waldomiro derruba defesa de Dirceu

fevereiro 11, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 12:07 am

Original

A Folha de S. Paulo continua em forma nos títulos criativos. Na edição de hoje, a tarefa fica a cargo da editoria de esportes: Crise frita Corinthians que vestiu a camisa corintiana.

fevereiro 9, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 5:30 am

Esperança

A insistência do Globo em dar um tiro de misericórdia no JB, com seguidas matérias sobre as mazelas do concorrente, e a tentativa deste de negar seu lendário desrespeito às leis trabalhistas trazem uma esperança. De que os jornais cariocas – e, por que não acrescentar, todos os outros – abandonem o jogo de compadres e passem a se fiscalizar.

O JB começa bem nesta segunda, lembrando episódios marcantes não só do jornal, mas também da TV Globo, como o imbróglio Time-Life, os tempos de chapa-branca, os olhos fechados à campanha Diretas Já, a edição do debate entre Lula e Collor… Vamos esperar, ansiosos, um contragolpe do Globo.

O único perigo, a se manter o ritmo dos golpes e considerar a quantidade de matéria-prima, é faltar espaço para as matérias do dia.

fevereiro 3, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 1:53 pm

Intervalo

Edilásio Barra é um sujeito que se diz jornalista, professor universitário e empresário. Nesta segunda, seu programa na Bandeirantes, Vip, mostrou entrevistas feitas na festa de aniversário do secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo do Estado, Wagner Victer. Eis os melhores momentos:

– E aí, você veio prestigiar nosso amigo, o secretário Wagner Vict?

– […] esse trabalho à frente da Rosinha Matheus, da Rosinha Garotinho…

– Estou feliz por estar aqui […] viu, Wagner Vict?

– Como é que tá o trabalho no TRE? […] Daqui a pouco vai começar o credenciamento.

– Fala um pouquinho da festa desse secretário, que é amigo de todos os prefeitos, o Wagner Vict.

– Fala um pouquinho do seu trabalho na pirataria.

– Estou aqui com o chefe de gabinete do Wagner Vict.

fevereiro 2, 2004

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 1:19 am

Cera requentada

Fazer coluna para fim de semana é mesmo um desafio. Por isso, na edição de hoje do Globo, Ancelmo Gois inventa o nariz-de-cera para requentar notinha:

Veja por que Gilberto Gil é especial. Em 1988, nosso ministro compôs uma música que dizia assim: “Do Japão quero uma máquina de filmar sonhos/pra registar nas noites de verão…” Pois esta semana anunciaram em Tóquio uma rebimboca mais ou menos igual. É uma espécie de scanner de sonhos. A pessoa se conecta ao troço, põe nele uma foto do que gostaria de sonhar e, ao adormecer, assiste ao que pediu para ver.

Além de o aparelho não ser mais ou menos igual ao imaginado por Gil, foi apresentado no dia 14, ou seja, há mais de duas semanas.

Blog no WordPress.com.