Xingatório da Imprensa

novembro 25, 2006

Filed under: Uncategorized — elpydiophragoso @ 3:28 am

Páginas da vida
Manoel Carlos não faria melhor. Os jornais do Rio premiaram seus leitores nesta sexta-feira com um exemplo clássico de como vêem a cidade que juram cobrir tão igualitariamente. A repercussão da morte de Ana Cristina Johannpeter, assassinada esta semana ao volante de seu carro no Leblon, ocupa cinco páginas no JB, quatro no Globo e duas no Dia. Já a morte de outros dois motoristas, vítimas de assaltos quinta-feira no Estácio e no Encantado (Linha Amarela), mereceu cerca de um terço de página nos mesmos jornais.

Um cínico poderia argumentar que Ana Cristina era esposa de Germano Gerdau, um dos principais executivos do Grupo Gerdau, gigante da siderurgia mundial. Que a empresa é importante, ninguém nega; mas Germano é tão conhecido, tão conhecido, que vários sites chegaram a publicar na quinta-feira que Ana Cristina era esposa de outro Gerdau, o Jorge.

Outro cínico poderia atacar com a balela da repercussão internacional da morte de Ana Cristina. Esquece-se, porém, que grande parte de tal “repercussão” é de segunda mão, conseqüência exclusiva da “repercussão” nos meios de comunicação daqui.

Manoel Carlos, esse grande cronista da República do Leblon, já preparou uma referência à morte da socialaite para entrar em sua novela. Agora o dentista e o aposentado suburbanos aguardam sua vez.

Nas páginas da vida e nas dos jornais também.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: